Clique para ampliar

Compartilhar:

INSTITUTO DE MÚSICA DA BAHIA Álbum Fotografico de Diplomadas em Piano em 1927

INSTITUTO DE MÚSICA DA BAHIA Álbum Fotografico de Diplomadas em Piano em 1927

Papelaria Vera-Cruz e Fotografias de T. Dias

Formato 32cm x 22cm

 

Capa dura, com 19 Fotografias coladas

 

Antigo Instituto de Música da Bahia, atualmente Instituto de Música da Universidade Católica do Salvador,, é uma faculdade de música fundada em 1897, "historicamente, a segunda escola de música fundada no Brasil e regulamentada pelos órgãos governamentais",vinculado à Universidade Católica do Salvador.

Fundado em 1897 como Conservatório de Música da Bahia, era um anexo da Escola de Belas Artes e como tal funcionou até 1917 quando efetivou o processo de separação, vindo a ser no ano seguinte o Instituto de Música da Bahia com nova diretoria e novas diretrizes.

Havia, no começo do século XX, duas outras principais escolas de música na capital baiana, além do Instituto: a Escola Normal de Música da Bahia, de Pedro Irineu Jatobá, e o Curso de Música da maestrina Zulmira Silvany — sendo que ambos haviam sido professores do Conservatório e, por divergências ali havidas, criaram seus próprios estabelecimentos

 

Paraninfo SILVIO DEOLINDO FRÓES- (1864 - 1948)Compositor, maestro e instrumentista, foi também professor e autor de artigos para revistas e jornais no país e no exterior. Seu legado rendeu-lhe diversas homenagens, como o livro - Fróes, um Notável Músico Baiano - e um CD que resgatou parte de seu valioso acervo com 13 composições, entre elas Ei-las: Evocation, Opus 4 e Un Petit Cimetiêre.

Homenageada ZULMIRA SILVANY – (1882-1962), maestrina, poetisa e professora,filha do Prof. Flavio Jose Silvani e D. Maria Florinda A. Silvani. Irmã de Almiro e Isaura,esta,também, musicista.Fez os primeiros – estudos em Itaberaba com o compositor Roberto Lídio Dantas(que aqui foi
conselheiro em duas legislaturas), onde revelou desde cedo sua vocação musical. Em Salvador, para onde transferiu-se nos primeiros anos desta centúria, estudou com o maestro Sílvio Deolindo Fróis, no Conservatório de Musica da Bahia, onde substituiu o maestro,hoje Instituto de Musica da Bahia( da Universidade Católica). Nesta instituição foi diretora até 1930, promovendo concertos para sua manutenção. Foi líder da educação musical durante se sessenta anos, e a primeira mulher a empunhar uma batuta e a reger orquestras, bandas de música e coros. Colaborou em jornais e revistas com artigos de crítica e história da música. Compôs inúmeras peças musicais, como “Valsa para Piano”, “Canção da pátria” e uma extraída do folclore de Itaberaba “A Caiana.

Produtos recomendados

Sobre nós

Somos a Casa do Velho e desde 2014 buscamos oferecer para amigos e clientes, objetos antigos, colecionáveis e decorativos, buscando sempre itens singulares e excêntricos para sua casa, coleção ou cenário.

Pague com
Newsletter

Assine nossa mala direta e receba muitas ofertas por e-mail.

Loja segura