Clique para ampliar

Compartilhar:

CARTA ARREMATAÇÃO DE ESCRAVOS a Favor de ANTÔNIO RIBEIRO AVELLAR Parayba do Sul, Rio de Janeiro, 18 de Junho de 1883

 CARTA ARREMATAÇÃO DE ESCRAVOS a Favor de ANTÔNIO RIBEIRO AVELLAR Parayba do Sul, Rio de Janeiro, 18 de Junho de 1883

Dezenas de páginas manuscritas, com nomes dos escravos , arrematantes e comitentes 

 

Páginas danifadas por ação de brocas, como mostrado nas fotos

 

A venda dos escravos vindos da África era feita em praça pública, através de leilões,mas o comércio de negros não se restringia à venda do produto do tráfico.Transações comerciais com escravos eram comuns. 

As relações comerciais internas envolvendo escravos acentuavam-se em momentos específicos do processo escravocrata.Com o declínio da produção de cana-de-açúcar no Nordeste,por exemplo, muitos proprietários de escravos venderam parte de seu plantel para o Sudeste, principalmente, para o Rio de Janeiro e São Paulo, áreas de produção de café, que passou a ser o produto mais importante da balança comercial brasileira. 

https://bndigital.bn.gov.br/dossies/trafico-de-escravos-no-brasil/trafico-e-comercio-de-escravos/

 

 

 

Produtos recomendados

VIRAMUNDO Algema para Punhos e Tornozelos Usada Para Castigar ESCRAVOS Original do Século XIX

VIRAMUNDO Algema para Punhos e Tornozelos Usada Para Castigar ESCRAVOS Original do Século XIX

por R$ 5.000,00
ou 3x de R$ 1.666,67 sem juros
ou R$ 4.500,00 por depósito bancário
COTIDIANO Ferro de Passar FERRO FUNDIDO Modelo Chaminé ESCRAVAS DOMÉSTICAS

COTIDIANO Ferro de Passar FERRO FUNDIDO Modelo Chaminé ESCRAVAS DOMÉSTICAS

por R$ 150,00
ou 3x de R$ 50,00 sem juros
ou R$ 135,00 por depósito bancário
Sobre nós

CASA DO VELHO acredita que valorizar os objetos de nossos antepassados é contribuir para preservar nossa história. É cultivando as lembranças da infância, dos itens que marcaram época, dos objetos inusitados que nos conectamos à nossa própria história

Pague com
Facebook
Newsletter

Assine nossa mala direta e receba muitas ofertas por e-mail.

Loja segura