Clique para ampliar

Compartilhar:

Titulo de Escrevente da ESTRADA DE FERRO CENTRAL DO BRASIL Assinada pelo Diretor JOAQUIM DE ASSIS RIBEIRO, Rio de Janeiro, 11 de Maio de 1922

Titulo de Escrevente da ESTRADA DE FERRO CENTRAL DO BRASIL

Assinada pelo Diretor JOAQUIM DE ASSIS RIBEIRO, Rio de Janeiro, 11 de Maio de 1922

 

Escrevente de 2.ª Classe Sr. José Pinto de Magalhães Junior

Papel Timbrado com Diversas Autenticações da Diretoria da Ferrovia  E.F.C Central do Brasil - Rio de Janeiro.

Medindo 24 x 35cm

 

 JOAQUIM DE ASSIS RIBEIRO

Joaquim de Assis Ribeiro nascido na cidade de Juiz de Fora (n. 1871 – f. 1944) foi diretor da Estrada de Ferro Central do Brazil e destacado membro da equipe de engenheiros de Aarão Reis, quando da construção de Belo Horizonte. Tem o seu nome ligado à construção da Estação da Central do Brasil em Belo Horizonte, assim como à criação e implantação de diversos ramais ferroviários da Estrada de Ferro Central do Brasil.

 ESTRADA DE FERRO CENTRAL DO BRASIL

A construção da Estrada de Ferro D. Pedro II se fazia necessária, pois o país necessitava dar escoamento à produção dos produtos agrícolas destinados à exportação e ao abastecimento interno. Suas raízes históricas remontam ao dia 1º de julho de 1839, quando o médico homeopata Thomaz Cochrane requereu ao Parlamento Brasileiro o privilégio exclusivo para organizar uma companhia que construísse uma linha férrea cujo traçado, começando na Pavuna e subindo a Serra do Mar, chegasse até Vila de Resende, acompanhando a margem do rio Paraíba. Mesmo tendo conseguido, em 1840, a concessão, Cochrane teve seu contrato rescindido mais tarde, pois não conseguiu dar início a obra, após sucessivos pedidos de adiantamento.

Somente 15 anos depois, com a aprovação de seus Estatutos, ficou constituída a Companhia Estrada de Ferro D. Pedro II . Em agosto do mesmo ano, sob a direção do engº Christhiano Benedicto Ottoni, foram iniciados os trabalhos de construção. O projeto previa uma via férrea que atravessasse alguns municípios próximos à Capital, seguisse pelo Vale do Paraíba e, daí as Províncias de São Paulo e de Minas Gerais. De Minas, as linhas seguiriam pelo vale do rio das Velhas até o rio São Francisco, onde se encontrariam com o sistema fluvial, unindo assim, o Sul ao Norte.

Apesar dos inúmeros obstáculos, no dia 29 de março de 1858, com a presença do Imperador D. Pedro II, da família imperial e de inúmeros convidados, foi inaugurada a primeira seção da ferrovia, com a extensão de 47,210 quilômetros, entre a Estação da Corte e a localidade de Queimados, tendo estações intermediárias em Cascadura e Maxambomba, atual Nova Iguaçu.

No regresso a Estação da Corte, do trem especial que havia conduzido a família imperial e convidados até a Estação de Queimados, Christiano Benedicto Ottoni, construtor e primeiro Diretor da ferrovia, recebeu o título de Conselheiro do Império. Era a terceira ferrovia inaugurada no país. Pouco antes, no dia 8 de fevereiro, havia sido aberta ao tráfego a Estrada de Ferro Recife a São Francisco

Em novembro do mesmo ano, a linha chegou a Belém, atual Japeri, com mais 13 quilômetros.

Em 15 de novembro de 1889 é proclamada a República e por aviso do Governo Provisório, a partir de 22 de novembro a Estrada de Ferro D. Pedro II passa a denominar-se Estrada de Ferro Central do Brasil.

http://www.ferrovias.com.br/portal/quem-somos/historia-da-ferrovia/

https://leismunicipais.com.br/a/mg/b/belo-horizonte/decreto/1971/203/2022/decreto-n-2022-1971-da-o-nome-de-eng-joaquim-de-assis-ribeiro-a-uma-das-ruas-ou-logradouros-da-capital

Produtos recomendados

Lata Pasta CRISTAL Anos 1970

Lata Pasta CRISTAL Anos 1970

por R$ 40,00
ou 3x de R$ 13,33 sem juros
ou R$ 36,00 por depósito bancário
Lote de Latas de Ferro CERVEJAS de Vários Países

Lote de Latas de Ferro CERVEJAS de Vários Países

por R$ 60,00
ou 3x de R$ 20,00 sem juros
ou R$ 54,00 por depósito bancário
Óculos Antigo ARMAÇÃO Original dos Anos 1970

Óculos Antigo ARMAÇÃO Original dos Anos 1970

por R$ 90,00
ou 3x de R$ 30,00 sem juros
ou R$ 81,00 por depósito bancário
Calendários de Bolso Tema RELIGIOSO ,  Anos 1980

Calendários de Bolso Tema RELIGIOSO , Anos 1980

por R$ 80,00
ou 3x de R$ 26,67 sem juros
ou R$ 72,00 por depósito bancário
Sobre nós

Somos a Casa do Velho e desde 2014 buscamos oferecer para amigos e clientes, objetos antigos, colecionáveis e decorativos, buscando sempre itens singulares e excêntricos para sua casa, coleção ou cenário.

Pague com
Facebook
Newsletter

Assine nossa mala direta e receba muitas ofertas por e-mail.

Loja segura