Clique para ampliar

Compartilhar:

ESTRADA DE FERRO SOROCABANA Pedaço de Trilho da Extinta Ferrovia (1875–1971)

ESTRADA DE FERRO SOROCABANA Pedaço de Trilho da Extinta Ferrovia (1875–1971) 

Fazia parte do acervo Museu Memória do Jaçanã, doação da Relojoaria Camilo

Base em madeira medindo 15 x 7cm

A Estrada de Ferro Sorocabana foi uma companhia ferroviária brasileira. Permaneceu em atividade de julho de 1875 até outubro de 1971, quando foi extinta e incorporada à FEPASA - Ferrovia Paulista S/A.

Criada em 1875, foi muito importante para o desenvolvimento econômico do interior paulista a partir da metade do século 19 e uma das cinco ferrovias que originaram a saudosa Ferrovia Paulista S.A (Fepasa).

A inauguração da Estrada de Ferro Sorocabana foi marcada oficialmente em 10 de julho de 1875, às 14h30, quando um trem foi estacionado na plataforma da Estação. Nele estavam o empresário Luiz Matheus Maylasky e o presidente da Província, Sebastião José Pereira, ambos acompanhados por autoridades e convidados, ao som de bandas musicais, recepcionados por espectadores em camarotes montados em frente ao edifício

O desejo de Maylasky criar a Companhia Sorocabana surgiu por uma necessidade de exportar a grande quantidade de algodão produzido na região de Sorocaba. A ideia era ligar a linha férrea com a estrada entre Itu e Jundiaí, que passaria por Itapetininga, Itararé, Botucatu, Mairinque e desembocaria em São Paulo.


A Sorocabana apresentou forte crescimento nas suas primeiras cinco décadas, quando a linha-tronco (a principal) chegou a Presidente Epitácio –município que hoje, por rodovia, fica a 556 quilômetros de distância de Sorocaba.

Apenas 17 anos após ser criada, por exemplo, ela assumiu a Ytuana, que enfrentava dificuldades financeiras. Mas sua história, como a da maioria das companhias ferroviárias paulistas, foi marcada por mudanças em seu controle acionário.

Em 1903, passou a pertencer ao governo federal que, dois anos depois, foi vendida ao governo de São Paulo. O estado, por sua vez, arrendou-a por 12 anos, até reassumir o controle, em 1919.


Em 1971, ela e outras quatro companhias ferroviárias –que também estavam sob controle do governo– foram unificadas na Fepasa. As outras foram a Estrada de Ferro Araraquara, Companhia Paulista de Estradas de Ferro, Companhia Mogiana de Estradas de Ferro e São Paulo-Minas.

 

 

https://noticiando.net/memorias-do-transporte-estrada-de-ferro-sorocabana-completa-145-anos/

Sobre nós

CASA DO VELHO acredita que valorizar os objetos de nossos antepassados é contribuir para preservar nossa história. É cultivando as lembranças da infância, dos itens que marcaram época, dos objetos inusitados que nos conectamos à nossa própria história

Pague com
Facebook
Newsletter

Assine nossa mala direta e receba muitas ofertas por e-mail.

Loja segura