Clique para ampliar

Compartilhar:

DOM JOÃO TAVARES DE MOURA Memorabílias da Morte do Grande BISPO DE GARANHUNS Telegrama, Certidão de Missa, Folheto e Jornal, Originais de 1928

DOM JOÃO TAVARES DE MOURA

Memorabílias da Morte do Grande BISPO DE GARANHUNSTelegrama, Certidão de Missa, Folheto e Jornal, Originais de 1928

 

1 Ultima telegrama passado por D. Moura, onze dias antes de morrer, 2 de julho de 1928

2 Certidão de Missa pela alma de João Tavares de Moura, D. Moura, assinada por Dom Serafim Gomes Jardim da Silva, Primeiro Bispo de Arassuahy , 12 de setembro de 1928

3 Jornal O IMPARCIAL A Morte de Um Grande Bispo, Destacando a Morte de Original de Sábado,Formato 45cmx30cm, 21 de Julho de 1928

4 Registro Diocesano Publicação de Interesse do Clero IN MEMORIAN DE DOM MOURA, n°4, Agosto de 1928

 

Dom João Tavares de Moura (Nazaré da Mata, 23 de julho de 1883 — São Paulo, 20 de julho de 1928), conhecido como Dom Moura

Nasceu na localidade de Lagoa Seca, que na época era distrito da vila de Nazaré (hoje município de Nazaré da Mata), atualmente distrito do município de Aliança sob o nome de Upatinga, em Pernambuco.

Foi ordenado padre em 11 de fevereiro de 1906. Foi eleito bispo da recém-inaugurada Diocese de Garanhuns pelo papa Bento XV em 3 de julho de 1919 e sua consagração ocorreu em 7 de setembro do mesmo ano, em Olinda, pelas mãos do arcebispo D. Sebastião Leme, auxiliado pelos bispos D. José Tupinambá e D. José Lopes. Adotou o lema Omnia omnibus, i.e., "tudo para todos".

Uma das características mais marcantes de seu episcopado foi o trabalho ecumênico em que se colocava ao lado das demais igrejas cristãs a favor dos habitantes da diocese. O bispo também preocupava-se com a educação formal de jovens e de adultos. Em razão disso, e transferiu-se do palacete episcopal para as dependências do Ginásio de Garanhuns(atual Colégio Diocesano), para sentir de perto os problemas de seus alunos e professores.

D. Moura faleceu em São Paulo, às vésperas de completar 45 anos de idade e nove de episcopado, e foi sepultado na catedral de Garanhuns no dia 2 de agosto seguinte

01º Bispo: DOM JOÃO TAVARES DE MOURA - 26/10/1919 a + 13/7/1928 Lema: "Omnia Omnibus” (Tudo para todos), (1Cor 9,22-23).

Governou a Diocese durante: 8 anos, 8 meses e 17 dias.

Sobre nós

Somos a Casa do Velho e desde 2014 buscamos oferecer para amigos e clientes, objetos antigos, colecionáveis e decorativos, buscando sempre itens singulares e excêntricos para sua casa, coleção ou cenário.

Pague com
Newsletter

Assine nossa mala direta e receba muitas ofertas por e-mail.

Loja segura