Clique para ampliar

Compartilhar:

1981- Revista ROLLING STONE John Lennon Yoko Ono n°335, Original Americana , 22 de Janeiro de 1981

JOHN LENNON: Revista ROLLING STONE John Lennon Yoko Ono n°335, Original Americana , 22 de Janeiro de 1981

Revista ROLLING STONE

John Lennon Yoko Ono - Original EUA

Data: 22 de Janeiro de 1981

Número:335

Formato: 35 x 29 cm

nº páginas: 92

Conservação : Bom Estado

EDIÇÃO ORIGINAL DA ÉPOCA - PRIMEIRA EDIÇÃO - LANÇADA UM MÊS APÓS O ASSASSINATO DE LENNON

Em 8 de dezembro de 1980, Annie Leibovitz chegou ao prédio onde John Lennon e Yoko Ono moravam em Nova York para fotografar o casal para uma capa da Rolling Stone. Pediu para os dois tirassem a roupa, um flashback da primeira capa deles para a revista, em 1968, quando apareceram nus para promover o álbum Two Virgins. Yoko recusou, mas Lennon aceitou e se despiu antes de deitar no chão perto da cama do casal e se aconchegar em posição fetal ao lado da mulher que chamava de “Mãe”.

“Lembro que peguei a polaroid e Lennon ficou olhando para a foto dizendo: ‘É isto. Esta é nossa relação’”, Annie Leibovitz contou.

Horas mais tarde, Lennon foi assassinado a tiros na frente do edifício.

A imagem (que em 2005 foi eleita a melhor capa de revista em 40 anos pela Sociedade Americana de Editores de Revistas) apareceu na capa da edição da Rolling Stone de 22 de janeiro de 1981. Foi o final doloroso de uma relação de 13 anos entre Lennon e a revista.

Como boa parte dos Estados Unidos, Wenner ficou sabendo da morte de Lennon pelo anúncio feito por Howard Cosell no programa de TV Monday Night Football. Ele atravessou em transe o Central Park para chegar ao Dakota e se juntar a uma multidão que lamentava o fato. “Houve alguma cantoria e gente segurando velas”, diz. “As pessoas genuinamente não sabiam o que fazer.”

Na manhã seguinte, a equipe da Rolling Stone começou a trabalhar em uma edição de tributo celebrando a vida de Lennon. “Estavam montando fotos [de capa] com retratos de John”, contou Annie Leibovitz. “Eu disse: ‘Jann, prometi a John que a capa seria com ele e Yoko’, e ele me apoiou. Falei que era a última promessa.”

Sobre nós

CASA DO VELHO acredita que valorizar os objetos de nossos antepassados é contribuir para preservar nossa história. É cultivando as lembranças da infância, dos itens que marcaram época, dos objetos inusitados que nos conectamos à nossa própria história

Pague com
Facebook
Newsletter

Assine nossa mala direta e receba muitas ofertas por e-mail.

Loja segura