Clique para ampliar

Compartilhar:

FERNANDA MONTENEGRO Fotografia com Dedicatória e AUTÓGRAFO da Atriz no TEATRO SERRADOR, Temporada Rendeu o Prêmio de Atriz Revelação, Novembro de 1952

FERNANDA MONTENEGRO Fotografia com Dedicatória e AUTÓGRAFO da Atriz no TEATRO SERRADOR,

Temporada Rendeu o Prêmio de Atriz Revelação, Novembro de 1952

 

LOUCURAS DO IMPERADOR estreou em 03/10/1952

ESTÁ LÁ FORA UM INSPETOR estreou em 28/11/1952

Peças que lhe renderam o Prêmio de Atriz Revelação da Associação Brasileira de Críticos Teatrais naquele ano.

Fotografia medindo 13 x 8 cm

 

Acompanha Revista Veja Edição de Aniversário da Cidade de São Paulo, relembrando a época que personalidades nascidas em outros lugares, chegaram à cidade, entre elas Fernanda Montenegro, na matéria a foto apresentada é a mesma que esta dispónivel.

 

 Iniciou sua carreira no ano de 1950, na peça Alegres Canções nas Montanhas, ao lado de seu marido, Fernando Torres. Foi a primeira atriz contratada pela recém-criada TV Tupi do Rio de Janeiro, em 1951. Seu nome, Arlette, foi considerado muito comum para uma atriz e lhe pediram para escolher um nome mais forte, mais chamativo, e por gostar do nome, escolheu Fernanda.

Na emissora, entre 1951 e 1953, participou de cerca de 80 peças, exibidas nos programas Retrospectiva do Teatro Universal e Retrospectiva do Teatro Brasileiro. Sob a direção de Jacy Campos, Chianca de Garcia e Olavo de Barros, atuou ao lado de Paulo Porto, Heloísa Helena, Grande Otelo, Fregolente e Colé. Participou também de programas policiais escritos por Jacy Campos e Amaral Neto.

No teatro, Fernanda Montenegro ganhou o prêmio de atriz revelação da Associação Brasileira de Críticos Teatrais, em 1952, por seu trabalho nas peças Está lá fora um inspetor, de J.B. Priestley, e Loucuras do Imperador, de Paulo Magalhães. Ainda na década de 1950, fez parte da Companhia Maria Della Costa e do Teatro Brasileiro de Comédia (TBC)

 Em 1954, Fernanda Montenegro deixou o Rio para uma temporada em São Paulo. A jovem intérprete, então com 24 anos, integrava a companhia Os Artistas Unidos, capitaneada pela francesa Henriette Morineau, na peça A Mulher sem Alma. O convite da atriz Maria Della Costa, que acabava de inaugurar seu teatro, na Rua Paim, na Bela Vista, fez a colega transformar os quatro meses previstos em cinco anos.

Acompanhada do marido, o ator e produtor Fernando Torres, a artista fixou residência na cidade, onde ficaria até 1959, passando também pelo Teatro Brasileiro de Comédia, o TBC.

Em 1959, ela e Fernando embarcariam de volta para o Rio de Janeiro, seguros de si, para fundar a própria companhia, o Teatro dos Sete.

 

TEATRO SERRADOR

Considerado um dos mais relevantes palcos da cidade, o equipamento foi o último empreendimento do espanhol Francisco Serrador (1872-1941), que no início do século XX fundou uma série de salas de cinema na região da Cinelândia – por isso o nome da praça.

A inauguração foi em 1940 com “Maria Cachucha”, comédia protagonizada por Procópio Ferreira (1898-1979), pai de Bibi. Nos anos que se sucederam, outras companhias se estabeleceram por lá apresentando grandes atores, como Fernanda Montenegro, Bibi Ferreira, Darcy Gonçaves e Eva Todor.

 

ww.todoteatrocarioca.com.br/espetaculo/3248/loucuras-do-imperador

https://vejasp.abril.com.br/blog/memoria/fernanda-montenegro-livro-fotos/

 

Produtos recomendados

Fotografia de Crianças Fantasiadas Para o Carnaval MATINÊ  Original de Meados do Século XX

Fotografia de Crianças Fantasiadas Para o Carnaval MATINÊ Original de Meados do Século XX

por R$ 30,00
ou 3x de R$ 10,00 sem juros
ou R$ 27,00 por PIX ou DEPÓSITO
CARTE DE VISITE do Visconde de Pindela JOÃO MACHADO PINHEIRO CORREIA DE MELO Meados do Século XIX

CARTE DE VISITE do Visconde de Pindela JOÃO MACHADO PINHEIRO CORREIA DE MELO Meados do Século XIX

por R$ 250,00
ou 3x de R$ 83,33 sem juros
ou R$ 225,00 por PIX ou DEPÓSITO
Fotografia CARTE CABINET Photographische Ansfalt LEOP  WISGRILL Inicio Século XX

Fotografia CARTE CABINET Photographische Ansfalt LEOP WISGRILL Inicio Século XX

por R$ 50,00
ou 3x de R$ 16,67 sem juros
ou R$ 45,00 por PIX ou DEPÓSITO
Sobre nós

Somos a Casa do Velho e desde 2014 buscamos oferecer para amigos e clientes, objetos antigos, colecionáveis e decorativos, buscando sempre itens singulares e excêntricos para sua casa, coleção ou cenário.

Pague com
Newsletter

Assine nossa mala direta e receba muitas ofertas por e-mail.

Loja segura