Clique para ampliar

Compartilhar:

Carta Assinada por JAIR NEGRÃO DE LIMA Datado em 29 de janeiro de 1951

Carta Assinada por JAIR NEGRÃO DE LIMA Datado em 29 de janeiro de 1951

Na carta destinada a Oswaldo Romero, ele se do cargo Secretário Geral de Finanças, agradecendo durante o período de sua gestão.

Politico, vice-prefeito da capital durante o mandato de Jorge Carone Filho (1963-1965)

Neto do Comendador Negrão de Lima, patriarca Importante para a história da cidade Belo Horizonte

Ele foi irmão de Francisco Negrão de Lima, que foi um político brasileiro; governador do Estado da Guanabara de 1965 até 1971.

 

Quem foi? Comendador Negrão de Lima

 

A área onde fica a praça hoje, antes era ocupada pela chácara da família Negrão de Lima. A sede da propriedade, situada na Rua Leonídia Leite, continua preservada e foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais. O restante do espaço deu lugar, na década de 1930, além da praça, para as ruas Santa Maria, Leonídia Leite, Lídia Couto, Feliciano Henrique e D. Maria Inês.

Mas afinal, quem foi o Comendador Negrão de Lima para ser homenageado e eternizado em uma praça do bairro? O Comendador José Duarte da Costa Negrão foi um dos moradores mais ilustres da Floresta. A chácara foi herdada por sua filha, Jeni Silveira Negrão de Lima, casada com João Nepomuceno Licas de Lima. O casal criou os conhecidos irmãos Negrão de Lima: Otacílio, Francisco e Jair.  Todos os três atuaram na política. Otacílio Negrão de Lima foi o primeiro prefeito de Belo Horizonte a conquistar o cargo pelo voto popular, no período de (1947-1951). Criou o SESI (Serviço Social da Indústria) e o SESC (Serviço Social do Comércio).  Francisco Negrão de Lima foi de 1951 até 1953, ministro da Justiça do segundo governo de Getúlio Vargas. E em 1965 se tornou governador do então estado da Guanabara.

Jair Negrão de Lima foi vice-prefeito da capital durante o mandato de Jorge Carone Filho (1963-1965).

O Comendador Negrão, e não Negrão de Lima, foi o patriarca desta família tão importante para a história da cidade e até mesmo do país. Se você não sabia, agora, quando passar pela praça, já sabe quem foi Comendador Negrão de Lima.

Produtos recomendados

MICROFONE DE PEITO Utilizado por Operadora de Mesa Telefônica, Original dos Anos 1910

MICROFONE DE PEITO Utilizado por Operadora de Mesa Telefônica, Original dos Anos 1910

por R$ 850,00
ou 3x de R$ 283,33 sem juros
ou R$ 765,00 por depósito bancário
Orçamento de Corretora A.T. MAXWELL Rio de Janeiro Ano 1904

Orçamento de Corretora A.T. MAXWELL Rio de Janeiro Ano 1904

por R$ 40,00
ou 3x de R$ 13,33 sem juros
ou R$ 36,00 por depósito bancário
Telefone L M ERICSSON & CO Intercomunicador de Parede, Modelo n°760  HA100, Estocolmo, Fabricado entre 1895 -1932

Telefone L M ERICSSON & CO Intercomunicador de Parede, Modelo n°760 HA100, Estocolmo, Fabricado entre 1895 -1932

por R$ 3.600,00
ou 3x de R$ 1.200,00 sem juros
ou R$ 3.240,00 por depósito bancário
Sobre nós

Somos a Casa do Velho e desde 2014 buscamos oferecer para amigos e clientes, objetos antigos, colecionáveis e decorativos, buscando sempre itens singulares e excêntricos para sua casa, coleção ou cenário.

Pague com
Facebook
Newsletter

Assine nossa mala direta e receba muitas ofertas por e-mail.

Loja segura