Clique para ampliar

Compartilhar:

SELEÇÃO BRASILEIRA Camisa de Torcedor Brasil Na COPA DO MUNDO do México em 1986

SELEÇÃO BRASILEIRA Camisa de Torcedor Brasil Na COPA DO MUNDO do México em 1986

Tamanho G

Excelente Estado 

A Copa do Mundo de 1986 entrou para a história com duas cenas tão emblemáticas quanto geniais. Foi provavelmente a melhor Copa de um atleta só – é inquestionável que Diego Armando Maradona carregou a seleção argentina nas costas. A Copa ficou marcada para sempre pelo gol antológico do "Pibe de Oro", em arrancada do meio-campo, e pela famosa "mão de deus", que driblou até a arbitragem, e deu a vitória contra a Inglaterra.

BRASIL, HINOS TROCADOS

No dia 1º de julho, Brasil e Espanha se perfilaram no gramado do Estádio Jalisco, em Guadalajara, para a execução dos hinos nacionais na estreia de ambos os países naquela edição do torneio. Os europeus não tiveram problemas, mas houve uma situação constrangedora ao ser reproduzida a melodia sul-americana.

O que saiu errado? A organização se equivocou na seleção das músicas e tocou o Hino à Bandeira. É claro que os atletas ficaram insatisfeitos com o ocorrido. Alguns inclusive acenaram negativamente com a cabeça, caso de Sócrates. O estádio vaiou a gafe, e os jogadores “boicotaram” a cerimônia e foram posar para a foto.

OUTRAS CURIOSIDADES ENVOLVENDO O BRASIL NA COPA

Em 1986, o Brasil voltou para casa sem ter perdido um jogo sequer pela segunda vez na história. Em 1978, na Argentina, o escrete canarinho obteve o polêmico terceiro lugar após 4 vitórias e 3 empates. Já no México, foi eliminado nas quartas de final para a França, nos pênaltis, com 4 vitórias e 1 empate.

Pela segunda vez consecutiva, a seleção nacional foi premiada com o Troféu Fair Play, oferecido pela FIFA à equipe mais disciplinada do torneio. O prêmio começou a ser distribuído na Copa de 1970, e o Brasil é o recordista com 4 distinções (1994 e 2006, dividido com a Espanha).

O paulista Romualdo Arppi Filho foi o segundo brasileiro a apitar uma final de Copa (Argentina 3-2 Alemanha), antecedido pelo carioca Arnaldo Cézar Coelho, que arbitrou a vitória da Itália sobre a Alemanha (3-1), em 1982.

Antes de 1998 e 2006, o Brasil já havia enfrentado um Zidane: Djamel, que não tem parentesco com Zinedine. O jogo ocorreu no Estádio Jalisco, pela segunda rodada da fase de grupos, em 6 de junho. Djamel Zidane substituiu Lakhdar Belloumi no segundo tempo, após Careca marcar o único gol do encontro.

O Brasil encarou a França no dia 21 de junho, data que marca a conquista do tricampeonato mundial pela seleção canarinho e o aniversário de Michel Platini, que completava 31 anos. Ele perdeu sua cobrança na disputa por pênaltis, mas ainda assim comemorou a classificação para a semifinal.

https://alambrado.net/veja-10-curiosidades-sobre-copa-de-1986/

 

 

Produtos recomendados

Lata de Refrigerante TROPI Cola

Lata de Refrigerante TROPI Cola

por R$ 80,00
ou 3x de R$ 26,67 sem juros
ou R$ 72,00 por depósito bancário
GILLETTE Propaganda do Aparelho de Barbear com Laminas Descartáveis, Original de  1909

GILLETTE Propaganda do Aparelho de Barbear com Laminas Descartáveis, Original de 1909

por R$ 250,00
ou 3x de R$ 83,33 sem juros
ou R$ 225,00 por depósito bancário
Carta Patente Assinada por DUQUE DE CAXIAS Patrono do Exercito Brasileiro, 3 de Outubro 1877

Carta Patente Assinada por DUQUE DE CAXIAS Patrono do Exercito Brasileiro, 3 de Outubro 1877

por R$ 6.000,00
ou 3x de R$ 2.000,00 sem juros
ou R$ 5.400,00 por depósito bancário
Sobre nós

Somos a Casa do Velho e desde 2014 buscamos oferecer para amigos e clientes, objetos antigos, colecionáveis e decorativos, buscando sempre itens singulares e excêntricos para sua casa, coleção ou cenário.

Pague com
Facebook
Newsletter

Assine nossa mala direta e receba muitas ofertas por e-mail.

Loja segura