Clique para ampliar

Compartilhar:

JORGE AMADO Procuração Datilografada e Assinada Pelo Escritor, Salvador, 16 de Março de 1971

 Procuração Datilografada e Assinada por JORGE AMADO

Nomeando sua filha Paloma Amado como Sua Representante em Assuntos Referentes a Apartamentos em Copacabana

Salvador, 16 de Março de 1971

Formato A4, apresenta marcas de umidade

 

"Pela presente, eu, Jorge Amado, brasileiro, nascido a 10 de ago de 1912, casado, escritor, residente à rua Alagoinhas 33, na cidade de Salvador, Estado da Bahia, na qualidade de proprietário dos apartamentos n° 704 °804. do Edificio Sumará, sito à rua Rodolfo Dantas n° 16, Rio de Janeiro, Estado da Guanabara, nomeio e constituo minha bastante procuradora, a senhora Paloma Jorge Amado Costa, brasileira, nascida a 17 de agosto de 1951, estudante, residente à rua Rodolfo Dantas, 16 apto.804, na cidade do Rio de Janeiro, Estado da Guanabara, com amplos e ilimitados poderes para representar-me em quaisquer assembléias do Condominio ou perante o Sindico do referido Edificio, podendo discutir, deliberar e votar em quaisquer assuntos da competência das referidas assembléias, especialmente quanto à fixação de verbas de despesas ordinárias ou extraordinárias de interesse geral do condominio, aprovação de contas e o que mais se tornar necessário à administração do mencionado condominio." Salvador, 16 de Março de 1971,  Jorge Amado 

 

O escritor Jorge Amado e sua mulher, a escritora Zélia Gattai viveram por 50 anos no aptº 704 do Edifício Sumaré em Copacabana
Ali criaram seus filhos, escreveram livros, conviveram com a boa vizinhança e foram felizes.

 

Jorge Amado (Itabuna, 10 de agosto de 1912 — Salvador, 6 de agosto de 2001) foi um dos mais famosos e traduzidos escritores brasileiros de todos os tempos.

Jorge Amado é o autor mais adaptado do cinema, do teatro e da televisão. Verdadeiros sucessos como Dona Flor e Seus Dois Maridos, Tenda dos Milagres, Tieta do Agreste, Gabriela, Cravo e Canela e Tereza Batista Cansada de Guerra foram criações suas.

Sua obra literária – 49 livros, ao todo – também já foi tema de escolas de samba por todo o País. Seus livros foram traduzidos em 80 países, em 49 idiomas, bem como em braille e em fitas gravadas para cegos.

Integrou os quadros da intelectualidade comunista brasileira desde o final da primeira metade do século XX - ideologia presente em várias obras, como a retratação dos moradores do trapiche baiano em Capitães da Areia, de 1937.

Jorge foi superado, em número de vendas, apenas por Paulo Coelho. Mas em seu estilo - o romance ficcional -, não há paralelo no Brasil. Em 1994, a sua obra foi reconhecida com o Prémio Camões.

 

 

Produtos recomendados

Medalha de Participação TRAVESSIA DO CANAL A NADO em Santos , Ano 1976

Medalha de Participação TRAVESSIA DO CANAL A NADO em Santos , Ano 1976

por R$ 80,00
ou 3x de R$ 26,67 sem juros
ou R$ 72,00 por PIX ou DEPÓSITO
Medalha de Bronze da COMISSÃO DO IV CENTENÁRIO DA CIDADE DE SÃO PAULO Original de 1954

Medalha de Bronze da COMISSÃO DO IV CENTENÁRIO DA CIDADE DE SÃO PAULO Original de 1954

por R$ 250,00
ou 3x de R$ 83,33 sem juros
ou R$ 225,00 por PIX ou DEPÓSITO
Sobre nós

Somos a Casa do Velho e desde 2014 buscamos oferecer para amigos e clientes, objetos antigos, colecionáveis e decorativos, buscando sempre itens singulares e excêntricos para sua casa, coleção ou cenário.

Pague com
Newsletter

Assine nossa mala direta e receba muitas ofertas por e-mail.

Loja segura