Clique para ampliar

Compartilhar:

COPA DE 1970 Jornal A GAZETA ESPORTIVA Edição Especial 4x1 TRI CAMPEÃO, Segunda Feira, 22 de Junho de 1970

COPA DE 1970 Jornal A GAZETA ESPORTIVA Edição Especial 4x1 TRI CAMPEÃO,

Segunda Feira, 22 de Junho de 1970

 

Jornal Completo

 

Meio milhão de exemplares para o Brasil campeão

Há mais de cinquenta anos, a seleção brasileira conquistava o tricampeonato mundial, com o famoso time de 1970. A final, contra a Itália, foi realizada em 21 de junho e terminou com uma goleada por 4 a 1 que eternizou aquela versão da Seleção, apontada por muitos como a maior da história do futebol. Na época, ainda não se tinha a dimensão que aquela conquista tomaria, mas já se sabia que uma eventual conquista seria histórica. E o jornal A Gazeta Esportiva representa muito bem esse pensamento.

Em sua edição do dia seguinte da conquista, que já começou a circular na própria noite de domingo, A Gazeta Esportiva trouxe em sua capa uma foto colorida do time campeão. Fotos coloridas eram muito raras em jornais na época. Muito raras, mesmo. Então, presumo que deva ter sido uma verdadeira operação de guerra para conseguir fazer tudo dar certo.

Não acredito que fosse possível em 1970 usar uma foto colorida da conquista na capa do dia seguinte, ainda mais se considerarmos que a edição já estava nas ruas de São Paulo poucas horas após a conquista. Não daria tempo de um voo chegar do México com os filmes, isso sem falar que a impressão colorida era um processo muito mais complicado do que é hoje, por envolver revelação de filme e confecção de um fotolito.

Assim, o jornal optou por uma foto provavelmente do jogo anterior, contra o Uruguai — pela escalação e local, pode também ter sido da estreia, contra a Tchecoslováquia. A escalação dessas três partidas foi a mesma: Félix; Carlos Alberto Torres, Brito, Piazza e Everaldo; Clodoaldo e Gérson; Jairzinho, Tostão, Pelé e Rivellino.

Se você olhar com atenção a foto no alto desta página, é possível perceber que no fundo está o Estádio Jalisco, de Guadalajara, onde o Brasil disputou suas cinco primeiras partidas dessa Copa. Apenas a final foi disputada no Estádio Azteca, na Cidade do México. Compare com duas fotos do banco de imagens Alamy, em que temos o Jalisco, no jogo Inglaterra × Romênia, e o Azteca, na final. Este último tinha muito mais anúncios entre os anéis, enquanto os que aparecem na foto da seleção inglesa são idênticos ao da foto lá em cima.

Ter uma foto alguns dias mais antiga realmente não era um problema na época. Os famosos pôsteres que a revista Placar publicava após títulos dos principais campeonatos no Brasil continham sempre fotos do primeiro jogo das respectivas finais (ou de um jogo anterior, no caso de decisões em jogo único) até os anos 1990. Tudo isso para saírem o mais rápido possível, podendo aproveitar melhor o entusiasmo dos torcedores.

Mesmo com uma foto que não era do dia, a operação não deve ter sido nada simples. Afinal, a impressão não pôde ser feita com antecedência, talvez porque não quisesse correr o risco de ter de jogar fora exemplares já impressos em cada derrota. Mas o fato é que até o placar estava encaixado na foto. Uma técnica que os jornais utilizavam na época (e por um bom tempo ainda depois) era de imprimir a foto e depois imprimir o título por cima, mas isso claramente não foi feito nessa capa d’A Gazeta Esportiva.

Os jornalistas que não tinham ido ao México ajudaram na redação, incluindo o diretor Olímpio da Silva e Sá e o experiente Wálter Lacerda. Os primeiros exemplares saíram das modernas impressoras offset às 16h50, cerca de uma hora após o apito final. Funcionários do jornal posaram, orgulhosos, para uma foto com o jornal na mão, embaixo de um relógio que atestava essa verdadeira façanha. Um deles exibia a mão suja de tinta (ou graxa?).

 
Os primeiros exemplares saíram das modernas impressoras offset às 16h50, cerca de uma hora após o apito final (Foto: Acervo/Gazeta Press)

 

 https://www.gazetaesportiva.com/institucional/meio-milhao-de-exemplares-do-jornal-a-gazeta-esportiva-na-copa-de-1970/

 

Produtos recomendados

Sobre nós

Somos a Casa do Velho e desde 2014 buscamos oferecer para amigos e clientes, objetos antigos, colecionáveis e decorativos, buscando sempre itens singulares e excêntricos para sua casa, coleção ou cenário.

Pague com
Newsletter

Assine nossa mala direta e receba muitas ofertas por e-mail.

Loja segura