Clique para ampliar

Compartilhar:

Livro em Grande Formato, Recortes de ARTISTAS & TEATROS Brasileiros, Publicados entre 1924 e 1925

Livro em Grande Formato com Mais de 400 Recortes de Jornais e Revistas Sobre ARTISTAS & TEATROS BRASILEIROS

Publicados entre 1924 e 1925

36 Páginas

Formato 65 cm x 44 cm

Incluindo a Inauguração do Retiro dos Artistas em Jacarepaguá em 1925

Chegada do Ator Ermete Zacconi para temporada no Brasil em 1925

Propagandas e Informações sobre Espetáculos 

Notas de Falecimento e muito mais

São mais de 400 Recortes de publicações ORIGINAIS da época.

 

 

RETIRO DOS ARTISTAS

Inspirado na Maison de Répos de Artistes Dramatiques Français, fundada em 1840 pelo barão Isidore Taylor (1789 – 1879), nos arredores de Paris, o ator Leopoldo Fróes (1882 – 1932) criou no Rio de Janeiro, então a capital administrativa e cultural do Brasil, a Casa dos Artistas, destinada a profissionais idosos que viveram da música, do teatro, do cinema, da televisão, do rádio ou do circo, tanto como estrelas como atuando nos bastidores. Para a realização de seu empreendimento, Fróes promoveu diversas iniciativas como a organização de um festival popular na Quinta da Boa Vista, em setembro de 1915, cuja renda seria revertida para a Casa dos Artistas e para os flagelados da seca no nordeste do Brasil; a instituição de um ingresso artístico de contribuição ao projeto, inicialmente no Teatro Pathé, onde tinha sua companhia teatral e, posteriormente, adotado em outros teatros. Irineu Marinho (1876 – 1925), dono do jornal A Noite, participou da campanha para a criação da instituição.

A Casa dos Artistas foi oficialmente fundada em 13 de agosto de 1918, no Teatro Trianon, por 68 profissionais. Seus primeiros presidente e vice-presidente foram os atores Leopoldo Fróes e Eduardo Leite (1868 – 1920), eleitos poucos dias depois. Na ocasião, também foi eleita uma comissão feminina de beneficência da qual faziam parte as atrizes Abigail Maia (1887 – 1981) e Amália Capitani (18? – 19?), entre outras. Como homenagem ao ator João Caetano (1808 – 1863), que havia falecido em 24 de agosto de 1863, a data oficial da fundação da Casa dos Artistas passou a ser dia 24 de agosto, e nessa data é comemorado o Dia do Artista. A sede social da Casa dos Artistas ficava na rua Espírito Santo, 53. O terreno do Retiro dos Artistas, localizado em Jacarepaguá, foi doado pelo tcheco Frederico Figner (1866 – 1947), fundador da Casa Edison, pioneiro na comercialização de fonógrafos no Brasil. A primeira sede do Retiro dos Artistas foi inaugurada em 25 de abril de 1919 (A Noite, 26 de abril de 1919, primeira coluna).

A pedra fundamental da atual sede, no mesmo terreno da primeira, foi lançada em 20 de novembro de 1922, e a inauguração aconteceu em 20 de janeiro de 1925

Produtos recomendados

Livro PARE DE ENGORDAR  Nelson Senise  Com dedicatória à BIBI FERREIRA

Livro PARE DE ENGORDAR Nelson Senise Com dedicatória à BIBI FERREIRA

por R$ 100,00
ou 3x de R$ 33,33 sem juros
ou R$ 90,00 por depósito bancário
 Livro POESIAS  Filgueiras Lima  Com dedicatória à BIBI FERREIRA

Livro POESIAS Filgueiras Lima Com dedicatória à BIBI FERREIRA

por R$ 100,00
ou 3x de R$ 33,33 sem juros
ou R$ 90,00 por depósito bancário
Fotografia Promocional do Boxeador ISIDRO DE PINTO DE SÁ Peso Galo Português, Anos 1920

Fotografia Promocional do Boxeador ISIDRO DE PINTO DE SÁ Peso Galo Português, Anos 1920

por R$ 160,00
ou 3x de R$ 53,33 sem juros
ou R$ 144,00 por depósito bancário
Sobre nós

CASA DO VELHO acredita que valorizar os objetos de nossos antepassados é contribuir para preservar nossa história. É cultivando as lembranças da infância, dos itens que marcaram época, dos objetos inusitados que nos conectamos à nossa própria história

Pague com
Facebook
Newsletter

Assine nossa mala direta e receba muitas ofertas por e-mail.

Loja segura