Clique para ampliar

Compartilhar:

Campanha Presidencial do BRIGADEIRO EDUARDO GOMES Lista de Adesão do Movimento Nacional Popular Pro-Eduardo Gomes, Ano 1950

Campanha Presidencial do BRIGADEIRO EDUARDO GOMES Lista de Adesão do Movimento Nacional Popular Pro-Eduardo Gomes, Ano 1950

 

Curiosamente um dos nomes de apoio é de Ernesto Geisel, político e militar brasileiro, que entre 1974 e 1979 foi o 29º Presidente do Brasil, sendo o quarto na ditadura militar brasileira.

 

Lista com 42 Assinaturas de apoiadores

 

Eduardo Gomes nasceu em Petrópolis, Rio de Janeiro, no dia 20 de setembro de 1896, filho de Luís Gomes e de Jenny Gomes.

Foi um dos sobreviventes da Revolta dos 18 do Forte em 1922, marco inicial do tenentismo, quando foi ferido gravemente.

Participou da Revolta paulista de 1924. Foi preso quando se dirigia para integrar a Coluna Prestes. Foi solto em 1926 e novamente preso em 1929; voltou à liberdade em maio de 1930, a tempo de participar das ações que viriam a derrubar Washington Luís, após o fracasso eleitoral da Aliança Liberal.

Em 18 de setembro de 1932, foi o responsável pelo bombardeio à estação ferroviária de Campinas, que resultou na morte do menino Aldo Chioratto.

Com a subida ao poder de Getúlio Vargas, trabalhou na criação do Correio Aéreo Militar, que viria a se tornar o Correio Aéreo Nacional. Em 1935, comandou o 1º Regimento de Aviação contra o levante conhecido como Intentona Comunista. Em 1937, com a decretação do Estado Novo exonerou-se do comando, continuando contudo na carreira militar.

 

Em 1941, com a criação do Ministério da Aeronáutica, foi promovido a brigadeiro. Participou da organização e construção das Bases Aéreas que iriam desempenhar importante papel no esforço dos Aliados na Segunda Guerra Mundial.

No final do Estado Novo, candidatou-se às eleições presidenciais, marcadas para dezembro de 1945, formando em torno de si a União Democrática Nacional (UDN). Durante o período eleitoral, eram vendidos doces para angariar fundos para apoiar sua campanha; esses doces ficaram conhecidos posteriormente com o nome da patente do candidato: brigadeiros.

Foi derrotado pelo general Eurico Gaspar Dutra, ministro da Guerra de Vargas.

A segunda candidatura à presidência

As articulações em torno da sucessão de Dutra foram iniciadas em 1948 em Minas Gerais. No ano seguinte, Nereu Ramos, José Eduardo Prado Kelly e Artur Bernardes, presidentes respectivamente do PSD, da UDN e do PR — agremiações integrantes do Acordo Interpartidário que apoiava o governo Dutra formaram uma comissão para debater o assunto. As negociações, contudo, não foram adiante devido à insistência com que Nereu Ramos pleiteava a própria candidatura.

A essa altura, a UDN perdia as esperanças de chegar a um entendimento com o partido governista. No dia 7 de outubro de 1949 foi criado no Rio de Janeiro o Movimento Nacional Popular Pró-Eduardo Gomes e, no dia seguinte, foi realizado na mesma cidade um comício em favor da candidatura do brigadeiro. Segundo John Foster Dulles, esse movimento, à margem de todas as manobras políticas desenvolvidas pelos demais partidos, foi o verdadeiro responsável pelo lançamento da candidatura de Eduardo Gomes às eleições presidenciais de 1950.

Dessa vez derrotado pelo próprio Vargas. Foi um dos líderes da campanha pelo afastamento de Vargas após o atentado contra o jornalista Carlos Lacerda, em agosto de 1954. Com o suicídio de Getúlio Vargas, assumiu o ministério da Aeronáutica no governo de Café Filho (1954–1955).

Em 1964, participou do Golpe de Estado que depôs o presidente João Goulart.

 

 

Produtos recomendados

Título do FLUMINENSE YACHT CLUBE Assinado pelo Patrono ARNALDO GUINLE em 1933

Título do FLUMINENSE YACHT CLUBE Assinado pelo Patrono ARNALDO GUINLE em 1933

por R$ 1.200,00
ou 3x de R$ 400,00 sem juros
ou R$ 1.080,00 por depósito bancário
Pente Elétrico WHITE'S Electric Comb, British Made, Anos 1920

Pente Elétrico WHITE'S Electric Comb, British Made, Anos 1920

por R$ 250,00
ou 3x de R$ 83,33 sem juros
ou R$ 225,00 por depósito bancário
Sobre nós

CASA DO VELHO acredita que valorizar os objetos de nossos antepassados é contribuir para preservar nossa história. É cultivando as lembranças da infância, dos itens que marcaram época, dos objetos inusitados que nos conectamos à nossa própria história

Pague com
Facebook
Newsletter

Assine nossa mala direta e receba muitas ofertas por e-mail.

Loja segura