Clique para ampliar

Compartilhar:

Câmera Fotográfica de Madeira CP GOERZ Berlin, Popular Lambe-Lambe, Final do Século XIX

Câmera Fotográfica de Madeira CP GOERZ Berlin, Popular Lambe-Lambe, Final do Século XIX

Formato Grande

Altura com tripé 1,20m

Camera 50x30x40cm ( comprimento x largura x altura)

Lente DAGOR (Doppel-Anastigmat GOeRz) 1 6.8 F:21cm 

Máquina sem fole original

Acompanha Chassis e outros acessórios originais

A CP Goerz foi fundada em 1886 por Carl Paul Goerz (1854-1923), um vendedor que já havia sido aprendiz em Emil Busch em Rathenow e mais tarde foi sócio de Eugen Krauss em Paris. Originalmente, Goerz vendia ferramentas matemáticas para escolas, mas a partir de 1887 acrescentou câmeras.

Ao assumir a oficina de FA Hintze, em 1888, sua empresa começou a fabricar câmeras e foi nomeada Optische Anstalt CP Goerz, em 1890. Ela ficava em Berlim-Friedenau. Em 1888, Goerz empregou o engenheiro Carl Moser (1858-1892) e o oftalmologista Karl Hertel para iniciar o desenvolvimento das lentes.

Por que os fotógrafos de praça de antigamente se chamavam lambe-lambe?

Eles lambiam as chapas de vidro que capturavam a imagem – depois ela era transferida para um papel. Apenas um lado da lâmina era revestido pela emulsão sensível à luz, e essa camada era invisível. Lambendo, o fotógrafo sentia o lado mais áspero, em que a língua colava, e isso guiava o posicionamento do vidro na câmera – cada clique consumia uma nova chapa.

Fonte: Livro O Fotógrafo Lambe-Lambe, de Abílio Afonso da Águeda.

 

Produtos recomendados

Sobre nós

CASA DO VELHO acredita que valorizar os objetos de nossos antepassados é contribuir para preservar nossa história. É cultivando as lembranças da infância, dos itens que marcaram época, dos objetos inusitados que nos conectamos à nossa própria história

Pague com
Facebook
Newsletter

Assine nossa mala direta e receba muitas ofertas por e-mail.

Loja segura
Siteseal